sábado, 30 de dezembro de 2017

A infinita força do perdão

A infinita força do perdão

Tenho vários sites de ajuda espiritual espalhados pela web e outros de trabalho, livros que escrevo"meu ganha pão". Contudo, este mês dei uma escorregada feia, mas não cheguei a espatifar no chão. Uma pessoa fraudou minha imagem do Google meu negócio colocando os contatos de um concorrente. De pronto indignei e parti para briga. Polícia, Google, tribunal, imprensa. Por minha conta e risco investiguei e descobri quem mandou e quem fez. De posse disso, desisti de seguir em frente e disse para minha esposa: Estou agindo errado! Vou acreditar e por o caso no tribunal de Deus. Então, fiz o que já havia feito anteriormente e que tinha dado certo para um assunto muito mais complexo. Imaginei todos os envolvidos diante mim e fiz a oração do perdão como tenho ensinado as pessoas durante anos. Pois não é, que a própria pessoa autora da fraude, me liga, e em menos de meia hora restaurou os meus contatos, coisa que os especialistas do Google se mostrarão incompetentes em fazer. Assim segue o texto da oração do perdão que tenho divulgado, ele é um caminho infalível, uma rota segura a Deus.
Uma pessoa que tinha muitas mágoas no coração, e de fato era uma pessoa muito complicada, ao fazer a oração do perdão sugerida por mim, de pronto começou a vomitar muito. A mesma estava tão entupida de ódio, que este veneno dentro dela precisou ser expurgado pelo vômito de forma radical. Algumas pessoas põem para fora de outras formas mais brandas tais como, visões, sonhos, espirros, urina, espinhas ou mesmo por vias não perceptíveis. Assim, em alguns casos o perdão é tão urgente, que meios drásticos são necessários como é o vômito.
O auditório estava repleto de pessoas, oriundas dos mais diversos países, crenças e raças, para uma palestra com tradução automática para diversos idiomas, de um certo mestre espiritual.
Sentado em sua cadeira, ele aguardava pacientemente o momento marcado de iniciar seus ensinamentos, quando todos estavam em silêncio, ele disse:
– Quem entre vós não é ladrão, levanta a mão.
Pegos de surpresa, a maioria ergueram a mão.
Seguiu-se um longo e profundo momento de silêncio, onde se ouvia apenas a respiração dos participantes, então, o mestre disse:
Os habitantes do planeta terra são todos ladrões, não escapa um, nem mesmo eu.
Aqui o melhor de todos, rouba da vida energia, que usa para fins puramente egoístas, como se ela, a energia divina pactuasse conosco, em nossos projetos sombrios.
Se não por este caminho, por outros.
Roubamos a inocência das crianças, os sonhos das pessoas, suas alegrias e esperanças.
Roubamos do planeta terra, absolutamente, tudo que podemos, trazendo desarmonia, desequilíbrio, assim após sucessivos roubos, onde havia abundância, passa a existir escassez.
Os pais roubam dos filhos a liberdade e estes por sua vez, lhes roubam a paz.
Nossos roubos e furtos, não afetam apenas a nossa vida individual, pois nossas ações interferem negativamente no planeta e no cosmos.
O mestre falou durante duas horas, mostrando a todos, o quanto prostituído anda o conceito sobre ladrões.
A oração do perdão
A oração do perdão feita perseverantemente resolve de forma milagrosa mesmo.
O perdão surge aqui, como um terceiro passo, mas talvez, seja mesmo o primeiro. Muitas pessoas já me perguntaram:
– O que é perdoar?
Sinceramente?
Para mim é preparar o solo do nosso ser, para as semeaduras do nosso criador, ou seja, em solo estéril, quase nada cresce e frutifica, mal dá para a vida humana sobreviver.
O perdão é o elo de ligação entre a alma e a misericórdia divina.
De tanto fazer relaxamento para entrar em desdobramento, o processo se tornou automático, como o ato de respirar.
Desdobramento é a capacidade que todo o ser humano possui de projetar a consciência para fora do corpo, utilizando-se dos corpos sutis de manifestação.
Estava, pois neste estado de consciência refletindo sobre a energia do perdão, quando de repente vi vários seres saindo de mim. Eles provinham dos locais mais “escuros” de meu ser e ao saírem tapavam os olhos com as mãos, pois uma luz intensa lhes cegavam.
Logo em seguida uma escada de “resgate aéreo” é jogada para estes seres que um a um sobem por ela e são levados por um transporte de pura luz.
Assim que o resgate termina vou até meus “locais escuros” e pergunto para mim mesmo: Quando é que vamos iluminar estas partes escuras? Que seres habitavam minhas trevas?
Então?
Vamos lá iluminar as nossas trevas?
Façamos o seguinte:
1- Antes de iniciar a oração do perdão, interiorize e agradeça por sua vida, visualize seus motivos para tal. Aquele que lamuria, não consegue sair do lugar.
2- Direcione a energia da gratidão a todos, que sofrem e oram.
Agora sim, imbuídos desta energia vamos ao perdão.
Pega papel e caneta, anote a data de hoje e projeta três meses para frente, neste mesmo papel, escreva sobre tudo que lhe traz desassossego hoje, se for pessoa escreva o nome dela, ou os nomes delas, isso vale também para os mortos. Caso seja uma situação, escreva qual. Feito isso, com a imaginação, você irá criar a fila do perdão, das coisas e pessoas que carecem ser aceitas, como elas são e perdoadas.
Esta fila inicia-se contigo, isso mesmo és a primeira pessoa a ser perdoada. Esta fila é indiana, ou seja um atrás do outro, tem começo em você, mas ergue-se ao céu e segue pelo cosmos, infinitamente.
Olhando o primeiro da fila, que é você, olho no olho, como se fosse frente ao espelho, irás dizer:
– Eu te amo
-Você me ama
Sou grato
Sinto muito
-Eu te perdôo
– Você me perdoa
– Temos a mesma centelha divina em nossos corações, mantendo nossa existência, nela somos um só ser. Eu curo esta parte de mim, que fez isso em você.
Eu te amo
Dito isso, vem a sua lista, irás olhar de frente, um por um daquela lista, e dizer a mesma coisa, várias vezes ao dia, ou quantas vezes lembrar, só para relembrar:
Durante três meses.
Você irá perceber, que quando estiver interiorizada, repassando a sua lista, vários outros rostos e situações, se apresentarão a você. Não precisa mais fazer anotações, apenas repita os mesmos dizeres, para estes que virão ao seu pensamento, como disse, a fila é infinita.
Olha bem, presta atenção, no que vou revelar-lhe, caso faça isso, com determinação várias vezes ao dia, durante três meses, todas as questões listadas, desaparecerão de dentro de ti, ou seja, para você deixarão de incomodar.
Alguma coisa, que não adianta projetar, irá acontecer e sem mesmo que possa perceber, trará a solução para o que lhe tirava a paz.
Isso é tão claro, como um belíssimo dia de sol, depende apenas de você ousar perdoar e se doar a isso.
Temos além das nossas vivências próprias, as partilhas das pessoas, que fizeram exatamente como relatamos, olha, dá certo, experimente, ouse.
Caso ainda haja dúvida, se achou que não foi bem explicado, pode enviar seu e-mail para whsconstrucoes@gmail.com, que terei prazer em responder.
O universo reage a nossos movimentos e conspira a nosso favor, sempre, caminhemos.
Bem aventurados os misericordiosos, pois alcançarão a misericórdia.
A real escravidão
Texto de cunho espiritual sem vínculo com seitas, religiões ou cartilhas comumente aceitas.
Do ponto de vista dos escravagistas, que orbitam em nível insuspeitável para a mente humana, escravo bom é aquele que acredita piamente que é livre. Assim, a terra se tornou a grande senzala, vista por muitos iniciados como um presídio de segurança máxima. Todos somos escravos, prisioneiros. Acreditamos em uma liberdade que nunca tivemos nesta senzala. Segregados de uma sociedade cósmica, onde uns poucos ousaram sonhar um sonho diferente. Um universo de possibilidades jamais tentadas, onde o livre-arbítrio seria a mola evolucionária. A raça humana é criada num grau de complexidade nunca antes experimentado, para servir de laboratório. Ser a nave, por onde entidades de todo nível de evolução pudessem viajar. Um humano seria uma biblioteca viva do cosmos, entre inúmeras outras possibilidades. No interior desta espaçonave humana, inúmeras salas com vistas para o exterior, nelas conviveriam juntas nesta viajem centenas de almas ávidas de todo tipo de experiência. Em um local desta nave humana estaria a cabine de comando com o seu capitão. Este seria aquele que comanda um corpo humano, ou pelo menos tenta. Quando um capitão inexperiente recebe em sua cabine de comando tripulantes, estes podem tentar tomar a nave, uma rebelião. São estas rebeliões conhecidas na terra como loucura e depressão. A construção desmedida de milhares destas naves humanas e outras similares, acarretaram incríveis violações da vida. Dentro do contexto maior da sociedade cósmica, um grupo liderado por aquele que ficou conhecido pelo nome de arcanjo Miguel, sem qualquer aviso prévio interfere com os seus leais e aprisiona todas as naves humanas e seus tripulantes em 12 mundos laboratório. Desta forma pretendia ele conter tão audacioso projeto. Todo o folclore relacionado a guerra no céu tem como pano de fundo “principal”, a tensão criada neste momento de interferência. Miguel e os seus em primeiro grau, apropriaram-se indevidamente da raça humana, assim como fazem os ladrões, e passaram a ditar-lhes novas regras, confiscando assim, a autonomia das naves e sua sonhada liberdade. Em segundo, terceiro e quarto graus, inúmeras outras facções menores desta sociedade cósmica realizaram seus furtos e fizeram clones. A raça humana aprisionada e prostituída ficou a mercê de ladrões e daqueles que são os reais escravagistas. O pequeno grupo originalmente criador da raça humana, se viu diante algo muito maior e pior que os seus melhores sonhos. Buscando colocar ordem dentro desta sociedade cósmica, onde o grupo mais forte faz o que bem entende, surge o Cristo Cósmico, um representante do grupo criador original, que entra em uma nave humana e aporta simultaneamente nos 12 mundos prisões. Até o presente momento a situação cósmica relativa a raça humana está sub judice. Nenhuma decisão suprema é conhecida. Sabe-se que há duas linhas de influências soberanas atualmente, Miguel x Cristo. Muito longe ainda da nave humana deixar de ser escrava. O que ocorre na realidade da vida humana tangível é absolutamente insignificante frente ao que de fato estamos inseridos. Um grau de complexidade absurda, onde escreveríamos centenas de livros apenas para falar de uma gota de água deste misterioso oceano.
https://mediumajuda.wordpress.com/
Podem também visitarem meu site e tirar dúvidas pelo email
whsconstrucoes@gmail.com

Lúcifer, o projetista

Niom se manifestava através de um universo infinito, com bilhões de dimensões imateriais, onde o elemento de criação era o mais sutil de...