sexta-feira, 15 de julho de 2016

MENSAGEM AOS HUMANOS DESPERTOS DA TERRA

MENSAGEM AOS HUMANOS DESPERTOS DA TERRA

Somos a minoria neste planeta.
Trabalhamos sozinhos. Aqui e ali encontramos um grupo de meditação ou de explicações, em redes sociais, livros, workshopings que também não nos tem levado a nada.
Sinto que tudo que já foi dito ou escrito cai no vazio em muito pouco tempo e nada acontece. Não estamos vendo luz alguma nesse túnel tão longo e comprido, passando a impressão de que inexiste um meio para conseguirmos o nosso objetivo de libertação do planeta das garras dos carcereiros trevosos que nos aprisionam há milênios.
A prisão é linda. Podemos ver paisagens encantadoras, águas fluindo, praias maravilhosas, comidas, roupas e tudo mais que existe aqui dentro. Isso nos leva a todas as distrações possíveis e imaginárias para que jamais reconheçamos que somos prisioneiros eternos de um planeta dominado e violado, tanto por seres extraterrestres, quanto por seres humanos conluiados que estão levando a humanidade a banca rota, ao caos social, econômico e político, tirando do povo todo e qualquer meio de defesa e resistência, mesmo porque a grande maioria está adormecida, entorpecida e alienada do quanto tem sido enganada, desinformada e vilipendiada há décadas e décadas.
A dualidade implantada artificialmente neste planeta por esses seres levou a humanidade a se sentir totalmente separada de tudo e todos inclusive da própria terra que sempre foi maltratada, queimada, transformada em um grande lixão fedorento. A poluição de todos os ambientes, cidades, meios rurais, rios oceanos está a vista de todos.
Essa dualidade é tão forte que, sem mesmo percebê-la admitimos todos os seus tipos - ricos e pobres, negros e brancos, desenvolvidos e sub desenvolvidos, barrigas cheias e mortos de fome, civilizados e tribais e agora, heteros e homossexuais, intelectuais e analfabetos sociais, salváveis e condenados e, no entanto esquecemos de que somos todos humanos vivendo uma, embora infernal, experiência em um planeta na terceira dimensão de ausência de luz, num quadrante isolado da via láctea chamado Satânia.
Somos simplesmente seres admiráveis, que tiveram a coragem extrema, embora na época, desconhecessem os terríveis detalhes, para sair de suas orlas primeiras de atuação e virem experimentar as trevas tenebrosas que atuavam e atuam neste setor galático.
Desta forma, o “assim é” se tornou lema e postulado universal e todos aceitam com “resignação” (termo religioso), viverem em muito piores condições do que os outros reinos, nossos conviventes, animais, vegetais e minerais vivem., e ainda achamos que somos o topo evolutivo da criação.
E, já passaram três ciclos de 52.000 anos de trevas sem combate, mesmo porque inexistiam e inexistem informações que possam auxiliar a humanidade a procurar uma saída.
Os enganos, mentiras e força bruta usados, contra humanidade, ao longo deste último ciclo encerrado em 2012, continuam a nos tolher do que é realmente importante para nos, como humanos da terra.
Estão todos distraídos, engambelados pela mídia consumista, pelas notícias falsas, pelas mentiras deslavadas, pelos mestres que se dizem ascencionados e só aconselham a orar, meditar entrar em contato com seus níveis superiores, enquanto as trevas dominam o planeta e a humanidade cada vez mais acuada, não consegue sequer perceber o destino inglório que a espera.

A desinformação corre solta à vista de toda a mídia, imprensa falada, escrita e televisada, redes sociais, vídeos, blogs e já tenho visto surgirem até discussões acaloradas sobre publicações na internet sobre de quem é o trabalho, como se aqui houvesse informação genuína de fontes confiáveis. Fazem de tudo, cursos, vídeos, meditações, brigas e ações na justiça pelos “direitos autorais” e ainda dizem que representam a luz.
Para não tornar essa narrativa muito longa apenas pensei em trazer para aqueles que estão despertos ou a despertar um pensamento.

Unidos somos melhores.
Estamos cada um digerindo e publicando opiniões e informações de outros, sejam eles quem forem.
Acho que unidos em muitos poderemos encontrar no debate de ideias, soluções e encontrar o caminho que poderá nos levar ao que queremos, ou seja sairmos desta prisão, libertarmos a terra de seus opressores libertando cada um, nem que seja um por um.
Penso que se ficarmos esperando, aguardando, como estamos há tanto tempo, alguém ou algo para nos ajudar afundaremos cada vez mais nas armadilhas, todas a mostra neste planeta que só não vê quem não quer.
Não existe nada nem ninguém que seja salvador de ninguém, nenhum ser, nenhuma luz, nenhuma energia virá nos livrar de coisa alguma. A responsabilidade é e sempre foi nossa.
Ou fazemos alguma coisa por nos mesmos ou ficaremos, aliás, como estamos, `a mercê de quantos querem ou não nossa vitória, esperando ajudas e eventos e movimentos da resistência dos quais somente agora tomamos conhecimento e não sabemos quem são, o que desejam de fato, pois aqui tudo é oculto, encoberto, misterioso, a começar pelos que se denominam os donos do planeta e seus asseclas.
A proposta é formarmos um foro de soluções, não de informações onde todos e cada um contribuirão com ideias, informações de suas próprias fontes internas buscando um foco que possa ser o início de uma nova e promissora vida na terra para toda a humanidade.
Vamos parar de esperar para sempre e vamos tomar as rédeas de nossas próprias vidas e nos responsabilizarmos por nossos atos e ações e comunicações que sirvam ao nosso próprio bem e ao bem comum de toda a humanidade.
Penso que já chega de escravidão, de violência, de separação pois, afinal nosso destino é comum vivendo, como estamos em um planeta fechado por grades magnéticas a toda e qualquer comunicação com quantos vivam e desfrutam de uma experiência pacífica e iluminada, mesmo dentro da Via Láctea.
Entregar, como estamos fazendo, nosso destino em mãos dos famigerados, exploradores, manipuladores e escravocratas é o mesmo que entregar o ouro ao bandido, “ipsis litteris”. A maioria desconhece esses procedimentos e por isso pensa que é livre. Olhe, nem após deixarem esse corpo de carne podemos nos considerar livres, mesmo porque os controladores não apenas controlam o mundo físico mais também o astral. Basta ler alguma literatura espírita para constatar a dominação total também desta esfera.
Se houver alguém que já não está mais aguentando tamanha enganação, não aguenta mais ser considerado e tratado como um imbeciloide, um idiota que crê em qualquer coisa amável e vacilante e realmente pretende acabar com essa farra, essa bagunça, essa ameaça tremenda a nossa vida, que encontre dentro de si uma solução, uma ideia, um pensamento que possamos discutir e implementar para acabar com essa palhaçada. O tempo urge. Não temos todo o tempo do mundo.
Vamos nos unir e todos juntos encontramos a solução. Até agora acho que tem uma saída, mais daqui a algum tempo não sei se ainda haverá.
Tânia Paes

O todo poderoso Google não responde a reclamações

Roubaram minha imagem na internet do google meu negócio. Assim, quando uma pessoa faz pesquisa no google com algum problema hidráulico,...