quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Aprendendo com espelhos



Cada ser é um mundo único

Eis um pensamento quântico

Cada ser é um mundo único criado não a partir de uma explosão cósmica, mas sim de cada uma de suas experiências vividas ao longo de sua trajetória de alma. Ninguém na terra alcança a idade de uma alma, assim como ninguém na terra alcança a totalidade de aprendizados que moldou o ego de um humano na terra.  Sendo assim é impossível adentrar-nos a nossa própria essência, dirá a dos outros. Por que sofremos tanto em buscar nas pessoas a perfeição que em nós não encontramos?  Por que insistimos em apontar os defeitos que julgamos ver, se nem os nossos conhecemos? Ninguém reclama do próprio odor, mas não suportamos o odor alheio. O ser humano simplesmente não se vê, por isso o outro é seu próprio espelho. Contraditoriamente ao mesmo tempo em que somos um só ser, somos diferentes na diversidade da unidade. Eis um pensamento quântico, que me sirva de aprendizado, já que careço aprender tanto com meus espelhos.

Lúcifer, o projetista

Niom se manifestava através de um universo infinito, com bilhões de dimensões imateriais, onde o elemento de criação era o mais sutil de...