quarta-feira, 21 de agosto de 2013

As elites

 Temporada de caça

 

 As elites, sempre se acham "boas demais"



Já participei de vários grupos, "sob inúmeras bandeiras", todos com suas próprias regras, mas da interação dos membros, sempre surge as "mazelas humanas", não há como ser diferente; se aqui no Luso, não querem rixas, cortem os comentários, removam "a interação". Mesmo na mais rígida disciplina militar, aprendemos que acima da regra está o "bom senso" e isso é bem particular. Somos humanos, somos imperfeitos, contraditórios e isso transparece em qualquer interação. É melindre exigir perfeição, sabendo-se imperfeito, exige-se do outro, mas não de si mesmo. Escorregou, caiu, levanta-se e prossegue-se, sabedor de que da queda não se livra, pelo menos enquanto na terra existir a força da gravidade. Por hoje digo, podem-me insultar a vontade.
As elites, sempre se acham "boas demais".
Se é para "elitizar", como já disse em outra ocasião, "exijam currículo" e abram "temporada de caça".

À vestimenta de culpa

À vestimenta de culpa minha Por trás de teus olhos me faz Lembrar amor que continha Mistério, alegria e paz