terça-feira, 16 de julho de 2013

Uma meta inabalável

 Uma meta inabalável

 A luz brilha lá no final do túnel

 Quando Judas traiu Jesus

 

Há quinze anos, tinha uma meta inabalável na minha vida, aprender a amar, este amor que Cristo anunciou para a humanidade, que inspirou tantos seres humanos neste mundo a irem de encontro a eles mesmos e superando o egoísmo, conseguiram irradiar uma energia amorosa para todos nós, como Madre Tereza, São Francisco de Assis, Padre Pio, Chico Xavier e tantos outros.
Era essa a minha meta aprender a amar, superar minhas mazelas e fazer algo útil pela humanidade como um todo. Queria na verdade ser melhor do que até então era, então parece que alguém lá em cima ouviu o meu coração, pois só eu mesmo sabia da minha intenção e ai quando nos planos internos conheci aquele ser aprisionado, sabia que era a minha oportunidade de aprendizado e não iria desperdiçá-la.
Porém, nem de longe fazia naquele momento ideia realmente do que viria pela frente.
A luz brilha lá no final do túnel, preenchendo nosso coração da sublime presença divina, ir em sua direção é inevitável, irresistível, então silenciosamente, ocultamente, ao se dar um passo em sua direção, ela se afasta na mesma proporção, com isso, caminhamos pela vida, resgatando vidas, muitas vezes, ouso até dizer, sempre, indo nos locais que ninguém quer.
Ser um instrumento útil de Deus na vida é completamente diferente do que se imagina, mas este é um aprendizado de TODA humanidade, que ainda não aprendeu a amar.
Se Deus te mandasse mergulhar no coco e se chafurdar no esgoto, você com certeza não iria, pois iria questionar, uma vez, que na sua cabeça, Deus tem planos melhores para você, que és filho do rei, não é assim.
Pois para trazer a Deus almas, vidas perdidas e esquecidas, é preciso muito mais amor, é preciso esquecer da própria existência, e ir irradiar a luz divina onde ninguém quer, esta é uma tarefa humana, confiada apenas para aqueles que ousam dizer, Senhor heis-me aqui, faça-se em mim a sua vontade, ai teu senhor fará alguns "testes", para ver se fostes sincero na profundidade de tua alma, caso contrário, sem alarde a própria vida te leva a outros aprendizados, por amor.
Todo sentido da vida se resume em ser fiel aos propósitos divinos, que são os seus próprios, pois não se é fiel a outro ser e sim a si mesmo.
Quando Judas traiu Jesus, simbolicamente foi demonstrado para a humanidade, para todos nós, que o homem, o ser humano, trai a si mesmo.
Matricule-se na escola do amor incondicional e chegue a faculdade, frequentada pelas hostes celestiais, que conhecem um pouquinho só de "Deus", aquele que TUDO É.
Esta é uma obra de ficção, pois a sanidade pede que assim a classifique, então digo que é um conto, um romance e se alguém fizer ponte com fatos da vida real, "hora", terá sido " mera coincidência".

  http://www.sendoluzmaior.com/2013/06/o-resgate-de-uma-vida.html

Deus, Jesus cristo, guerra no céu e Diabo

Sim, uma confusão infernal até para explicar. Vamos lá pela vertente criacionista da forma mais simples possível. Dentro da sociedade có...