domingo, 5 de maio de 2013

A lenda dos doze corações

 Conta a lenda que para encontrar a sua amada, perdida nas brumas do tempo, aquele que tudo vê e observa, deu a Sridux doze corações

Conta a lenda que para encontrar a sua amada, perdida nas brumas do tempo, aquele que tudo vê e observa, deu a Sridux doze corações, na condição de guia lós, pelos caminhos da bondade e misericórdia, ao fim da jornada, ao se extinguir a vida nos corações, a energia gerada pelo amor, traria de volta sua amada e viveriam no eterno presente.

Conta a lenda que para tal Sridux se dividiu em doze e os distribuiu pelos signos do zodíaco, vivendo o amor, por seus semelhantes, sob doze pontos de vista.

A energia gerada se transformou em um imenso sol que, iluminou os caminhos de sua amada, trazendo-a de volta aos braços de Sridux, haviam decorrido doze vidas, uma para cada coração.

Fora coisa inútil

Jogando fora os cacos A terra fértil   Para minha alma   Sonhei que caminhava com um grupo, quando percebi que alguma coisa e...