quarta-feira, 17 de abril de 2013

A rocha que fui

A rocha

               A rocha partiu diante um sentimento novo forte e inexplicável, foi triturada diante a impossibilidade de alcança-lo, e peneirada na aceitação, que possibilitou construir o alicerce do novo ser, que se desdobra para encontrar o arquétipo de sua existência.

À vestimenta de culpa

À vestimenta de culpa minha Por trás de teus olhos me faz Lembrar amor que continha Mistério, alegria e paz