terça-feira, 30 de abril de 2013

Carta de amor para minha avó

Carta de amor para avó

Mensagem de amor para avó


gosto muito de você


És uma estrela do céu

Uma estrela grande

Sois bonita e brilhante

Seu fulgor

És uma estrela do céu Uma estrela grande Sois bonita e brilhante


Aquece de amor

O meu coração

Sois de todas as luzes do céu

Seu nome é Chama

A rainha das estrelas

A rainha das luzes do céu

Clareias as trevas

De nossas vidas

Nesta cálida tarde

Em que meu coração

Bate forte

Na emoção de homenagear 

Fica a contemplar os raios do sol

Então canto alto

O mundo ouve

Que és uma ótima

Minha fada madrinha

Rosa não te dou

Por ter espinhos

Mas te dou

Meu coração

Repleto de doce amor e carinho

você tem vários lugares

Todos especiais em meu coração

Luciana

Carta de amor para minha mãe

Carta de amor para mãe

Com amor para minha mãeO amor tem várias vestes a fortalecer nossa vida

O amor tem várias vestes
Que fortalecem nossas lembranças
São dos momentos de convívio
São das partilhas ao pé de ouvido
São do sorriso aberto
São do abraço apertado
São das palavras que confortam
São da segurança da presença
São do contato visual
São do carinho
São do cuidado necessário
São da pura confiança
São do olhar de admiração
Hoje sentindo o seu cheiro
Das suas roupas guardadas
Senti você muito perto de mim
O seu jeitinho
O amor pelas pessoas
Provado no cuidado com elas
A sua entrega nos momentos finais
Você já partiu deste mundo
Mas o seu cheiro
O seu perfume
Permanece impregnado
Em suas roupas
Em uma inalação
Te trago de volta a mim
Não há tristeza ou sofrimento
Em visão te percebi renascida
Há a alegria da oportunidade
De ter retribuído os cuidados
De ter ampliado o amor
Passei a gostar mais de tudo
Das pessoas
Dos animais
Das plantas
Do mar
Das estrelas
Do amanhecer
Dos raios de sol
Da chuva
Cuidar de ti
Esta doação de mim
A uma vida que se extinguia
Em um ser que amava
Me transformou por dentro
Trouxe a mim
Um outro tipo de relacionamento
Muito mais profundo
Com traços do amor em mim
Que desconhecia
Compreender a morte
Me parece um aprendizado hercúleo
No entanto, a terra continua a girar
Vai ela em sintonia
Com o ritmo cósmico
E este coração
Que tem saudade
Busca em amor
A sua integração consciente
Com a sinfonia Cósmica
Mãe, aqueles que se omitem
Nos cuidados com semelhantes
Apenas desconhecem o amor
A vida apenas
Não os agraciou
Com esta dádiva divina.
Como diz sua neta
Você é a chama
Que aquece as nossas vidas
Você tem vários lugares para passear
Todos são especiais
Pois são dentro do nosso coração
Não vou dizer adeus
Apenas que te amo.

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Amanhecer em meu ser

 



Vivo hoje uma relação de puro amor com todas as manhãs, uma alegria inexplicável brinca com cada nascer do sol, da minha existência, num crescendo, que não encontro explicação, no entanto, não me frusto apenas, amo, amar e assim segue o meu caminhar.

Alicerce do novo ser

 A rocha partiu diante um sentimento novo forte e inexplicável

Um novo ser

A rocha


A rocha partiu diante um sentimento novo forte e inexplicável, foi triturada diante a impossibilidade de alcança-lo, e peneirada na aceitação, que possibilitou construir o alicerce do novo ser, que se desdobra para encontrar o arquétipo de sua existência.

Ler mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=245848#ixzz2RqKq4smO
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial No Derivatives

Vivendo assim

Vivo assim apaixonado por mim

 Vivendo assim, apaixonado

Vivendo assim, apaixonado por mim


Vivo assim apaixonado por mim
Por ti, por você e por todos
Meu ser não encontra porto
Está sempre em voo livre
Minha imaginação é fértil
Sonhando uma liberdade assim
Sou um Deus eterno
Pois onde haver um coração
Que saiba amar
Lá estarei, seja aqui, ou acolá
Pois sou simplesmente o amor.

domingo, 28 de abril de 2013

Amor aonde anda você- Carta de amor para reconciliação.

Carta de amor para reconciliação.

 Amor aonde anda você



Hoje como esta saudade
Inimiga de minha sanidade
Por implicância pura
Resolveu  aborrecer
Com lembranças

Que julgava sepultadas

Meio que de má vontade
Em desobediência à razão
De coração palpitante
Tomei coragem
Para lhe escrever
Aonde anda aquele sorriso
De menina encantada
Com as maravilhas do mundo?
Aonde anda aquele jeitinho encantador
Que faria com que, Deus
Absolvesse toda humanidade de seus pecados?
Aonde anda aquela força
Que nem mesmo
O próprio hércules superaria?
Aonde anda aquela vida
Que de tanta alegria
Da noite se fez o dia?
Aonde anda aquele alento
Que por si só, já é o fermento
Para fazer crescer qualquer sentimento?
Aonde anda você
Cujo rosto, não se encontra igual
E cuja face Deus imitou?
Aonde anda você
Que tens a chave
Deste coração

A lenda da menina cega.

A menina cega

A menina que um dia foi cega


Um dia quando apalpava e cheirava as flores do meu jardim, uma abelha picou os meus olhos, fiquei dias lacrimejando
Nasci cega

Quando acordo de manhã, não posso ver o dia lindo lá fora.

Eu só ouço os pássaros cantando, mas não posso velos, só imaginá-los, na minha mente.

Meu coração fica triste, por não ver nada.

Mas posso com a minha imaginação, fingir que vejo.

Um dia quando apalpava e cheirava as flores do meu jardim, uma abelha picou os meus olhos, fiquei dias lacrimejando, com os olhos pulsando e doendo, mas ai o inacreditável, no sétimo dia, comecei a ver luz e a luz foi aumentando e comecei a ver formas difusas, no décimo dia já estava enxergando tudo e absolutamente maravilhada com o mundo.

Giovanna



http://sendoluzmaior.blogspot.com.br/2013/04/a-noiva-cadaver-lenda-russa.html

sábado, 27 de abril de 2013

Espelho-Cuidado com o que você vê

 Cuidado com o que você vê

 

O espelho meu

Meu espelho


Como para o ser humano, é mais fácil ver o outro, e não a si mesmo, a pessoa diante de nós é sempre o nosso espelho.
Cuidado com as críticas e com o que você vê.
Pois estará sem mesmo, o saber, a falar para vida, sobre você mesmo, e pedir para ela, exigir mesmo, tais experiências.
Alerta, o nosso inconsciente não diferencia nada, é um burro mesmo.

Carta de amor

Mensagem ao mar

Mensagem pirata

http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=246671Amada, na impossibilidade de encontrá-la
Mensagem pirata
Resolvi por meio desta, lhe enviar esta mensagem

Que após ser escrita, a colocarei em uma garrafa

Irei até a praia, banhada com nossas lembranças

E a entregarei a Poseidon

Na esperança, de que ele, sensibilizado por minha dor

Dor de puro amor, ferida de saudade

A faça chegar a vós, conhecedor que é, das profundezas
 

Do mar revolto, abismo humano

Tentei, mas não consegui, dizer Adeus

No silêncio, sua voz grita meu nome

Todo o meu ser, se prontifica

E parto em sua procura

Vou destemido, onde o eco das lembranças me leva

Às vezes me perco, nestes turbilhões de emoções

Para logo em seguida, me reencontrar no teu sorriso

Este que me eleva a patamares divinos

Não consigo reter as lágrimas

A esperança, as faz rolar

Até quando, a saudade esmagará este peito

Que ainda esta aquecido por ti

Sem mais me calo


Deixo o amor te encontrar

Olhos fixos no mar





Alma imortal

 Atualizando a situação da alma na terra, as que são da luz, passarão de fase, para usar um termo, digamos, mais atual, alma iluminada.

Alma iluminada

Espírito e alma

A alma, segundo a informação atualizada, oriunda de níveis excelsos, as que são trabalhadoras da luz, encontram-se na fase da preparação do terreno, após o qual ocorrerá a semeadura, sabemos que as almas encarnadas na terra, encontram-se em pontos momentos diferentes, no entanto isso se aplica de uma forma mais global.

Atualizando a situação da alma na terra, as que são da luz, passarão de fase, para usar um termo, digamos, mais atual, alma iluminada.

No entanto ainda se verá o horror, praticado por tudo que esta morrendo, para a nova vida renascer na terra, fala-se de um período de 18 anos, para a alma semear a semente, de uma nova aurora.

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Quem é?

Quem é que de manhãzinha O meu rosto vem beijar? É a querida mãezinha Que alegre vem me acordar


Querida mãezinha

 A boa mãezinha

 



Quem é que de manhãzinha

O meu rosto vem beijar?

É a querida mãezinha

Que alegre vem me acordar



Quem é que durante o dia

Tudo faz para me alegrar?

A boa mãezinha

Que vive a me adorar


Quem é que durante a noite 


Me deita para descansar? 


É a minha mãezinha 

Que a deus me ensina a orar 



Quando ela for bem velhinha 

Quem é que vai lhe amparar 

Serei eu mamãe querida 

Que carinho vou lhe dar



Autor desconhecido

As rosas das manhãs

 A rosa canta manhãs em orvalho

Manhãs em rosas

Rosas matinais


A rosa canta manhãs em orvalho
Festeja a vida e chora a morte
Deixa perfumada a mão que a oferta
Reza o amor que brota e encanta
Adorna o coração poeta
Se branca brinda a paz
Vermelha é paixão, pura emoção

Frases de amor

 Oh amada, que minhas lágrimas por ti, sejam milagres divinos a derramar-se em seu caminho, trazendo a vós o melhor que o indizível lhe reservou.

  Mensagens de amor

Tudo por amor



O amor não se procura, é encontrado, quando se esquece da busca.

 Oh amada, que minhas lágrimas por ti, sejam milagres divinos a derramar-se em seu caminho, trazendo a vós o melhor que o indizível lhe reservou.

Oh, amada divinamente imortal
Que o meu amor por ti
Lhe confira asas
Para poderes alçar-te
E em voo glorioso
Rumo  Consciente
Aos braços de Deus

Amada, se o amor é eterno, te tornas imortal em mim, que caminha pela eternidade assim, apaixonado, como no primeiro dia que a vi, as cenas do teatro de nossas vidas, vão passando, assim como as estrelas cadentes no céu, mas o amor se renova a cada momento, meu coração segue sempre a minha estrela guia, na fidelidade, que nossos pulmões entendem, na sua busca pelo ar.


O amor é incondicional.
o verdadeiro amor vem das expressões da alma, do espírito.
O amor simplesmente ama, independente do objeto amado.
O amor é fluido, vai suavemente, não trás peso nem dor.
O amor é fraterno, se estende a todos e a tudo.
Amar é o contrário de prender, aprisionar.
O amor é liberta dor, ele liberta a dor
Quer aprender a amar?
Seja a água que mata a sede, independente de quem a bebe.
Seja a luz que ilumina
Sejam aqueles que dão a vida.
Amar é querer o bem de todos é ser compreensivo sem esperar compreensão.
Eu achava que amar era dar a vida pelos outros, porém percebi que é preciso muito mais amor, para Viver pelos Outros.
O amor transcende a realidade humana

O amor é uma obra inacabada

Os amores são o alfa e o ômega

O amor é o sorriso

O amor é a flor de primavera

Ah o amor

Este que encanta a dor

Este edificado ao brilho do luar

Este enamorado da vida

Que flui, esparge

Este que não pode ser medido

Este que não pode ser comprado

Este que se deixa conquistar, pelo coração solitário

Ah, o amor

Que chegou

Não pediu licença

Ficando, ficou

Amor construtivo

Amor elegante

Amor charmoso

Ah, o amor. Muito falado, muito sentido, bastante explorado, porém pouco conhecido.Oh amada, que minhas lágrimas por ti, sejam milagres divinos a derramar-se em seu caminho, trazendo a vós o melhor que o indizível lhe reservou.
Até já criei diversas frases sobre o amor, diversos poemas, textos e pensamentos, como este:
         Olha duro aprendizado, pois a Rocha que eu era precisava primeiro partir, depois ser triturada, peneirada, para poder servir para construir alguma coisa, no sentido mais profundo, em sintonia com o querer evolutivo, inspirado por meu próprio ser, em seu nível mais elevado, descer ou fazer tal chegar a personalidade, constitui, pois um dos aprendizados da alma, em sua linha evolutiva, diz, que a alma buscadora é enamorada do espírito.Oh amada, que minhas lágrimas por ti, sejam milagres divinos a derramar-se em seu caminho, trazendo a vós o melhor que o indizível lhe reservou.
               Quando a rocha estava pronta para partir tive medo de perder a minha sexualidade algo muito estranho mesmo, no entanto devemos ressaltar que, o medo, não tem um papel evolutivo em nossa vida e iremos falar mais profundamente sobre ele, como tudo muda, a partir da intenção e de todos os esforços realizados nesta direção, mudei antes mesmo da rocha partir, me afastando definitivamente de tudo aquilo, que eu permitia que me prostituísse, mas antes de ser triturado, me sentia um herói frustrado, tudo parecia em vão.
              Tinha vencido a maior batalha que já tinha enfrentado, mas uma maior ainda, havia surgido no lugar, o aprendizado que tanto tinha desejado, que era o maior desejo do meu coração na época, que era aprender a amar, pois uma certeza povoava meu coração, eu não sabia amar, e não fazia a mínima idéia do que precisaria viver para poder, construir um verdadeiro amor, nele. Quando na vivência do ''triturador'' que era tudo que estava vivendo para aprender o que tinha pedido, a dor era tanta que cheguei a questionar se não devia ter continuado a ser um '''açougueiro'''.

              Para mim, na época do início de tal aprendizado, de forma mais consciente, viver em busca da satisfação pessoal, satisfazendo meus desejos e apetites, era semelhante a uma pessoa, que vive de retalhar carnes, alheia ao sofrimento, que foi causado ao animal que foi assassinado. E tal fato assume uma proporção de filme de horror, uma vez, que a vida é banalizada, a nível comercial, me sentia completamente insatisfeito com minha vida, naquele momento e podemos hoje verificar, que tal insatisfação, foi o combustível da mudança.
              Tudo ocorreu de forma a realmente aprender o que quis saber, foi de fato, uma libertação de mim mesmo, foi meu eu me colocando na situação certa na hora certa, nem antes nem depois e foi tudo que precisava para poder dar início ao que meu avô tinha vislumbrado para mim.
           Percebemos várias características do amor, a medida que conscientemente trazemos ele a nossa vida, uma delas é que o amor é libertador, ele liberta o ser da dor e do sofrimento, qualquer vivência sem a característica libertadora, não é amor, qualquer vivência que trás a nós a dor, não é amor, nestas afirmações o leitor tem grandes aprendizados de desdobramento da consciência, que não se faz sem amor. Outra característica do amor é a sua incondicionalidade, o amor real, só brota em solo, cuja terra foi preparada para receber qualquer tipo de semente, solos que escolhem sementes não amam.        
             Na terra por inúmeras questões os seres  não caminham pelo amor e sim pela dor, pois fomos construídos com 60% de negatividade, sendo esta motivo de tantos embates.
             Essa parte é necessário resumir, embora muita luz tenha jorrado ali, pois decidimos honrar com nossa vida, tudo aquilo que foi a nossa proposta de luz.
             O momento mais difícil, foi a aceitação, daquilo que apesar todo nosso esforço, não conseguimos transformar, foi realmente complicado, pois ouve momentos que realmente cogitei em tomar outro caminho, dar um outro rumo, optando pelo lado negro da vida, e houve um momento crucial para isso. Nestes dizeres o leitor pode observar que, outra  característica do amor é a aceitação, da forma como a vida nos surpreende com seus eventos e tudo mais, pois o amor trata a tudo, dentro de si mesmo.
             Pela segunda vês estava tendo de renunciar a tudo que tinha construído e isso gerava em mim uma indignação enorme, me parecia muito injusto, diante de tudo pelo qual verdadeiramente tinha lutado, si nesta vida senti ódio foi naquele momento, onde estava vivendo provações que me instruíam sobre o amor e foi neste momento, que vi a outra fase do amor, assim como dia e noite, bem e mal, ou seja, a dualidade.
             Então um dia fui até um lugar disposto a tudo, esperava ser recebido de uma forma e fui surpreendido, ai resolvi, viver para honrar o que de melhor eu quis e me desliguei de tudo, trabalhei firme para banir qualquer sentimento de mim e me dediquei a tudo que vem a seguir.
             O aprendizado na escola do amor, não é algo pronto, que se vai seguir, um caminho já predeterminado, pois o amor é algo em construção em nosso universo, onde a medida que lidamos com ele, podemos dar o nosso toque e perceber em nós tais agregados.
Ah, o amor

A energia segue o pensamento

 De uma forma bem concreta, podes adotar uma disciplina "criadora", para transformar o seu "próprio mundo", isso é bem livre.

A energia do pensamento

Pensamento é energia

 Tomando como base, que a energia segue o pensamento e que de acordo com o mesmo, construímos o "nosso mundo", o ser tem em mãos um processo criativo imenso.
Quem se liga a informações oriundas das páginas policiais, vai estar criando, para sua própria vida, tudo que magneticamente se ligar a isso.
De uma forma bem concreta, podes adotar uma disciplina "criadora", para transformar o seu "próprio mundo", isso é bem livre.
Neste sentido, me coloquei em vários projetos desta ordem, de nível mais planetário e me reúno com pessoas afins, para partilha de ideias.
Concretamente funciona assim, tenha uma ideia sua, oriunda de si, para transformar o mundo, por seu esforço e coloque em prática, ESQUECIDO DOS RESULTADOS.Vou te dar um exemplo concreto, o CEASA de BH, o nível de desperdício de alimento era enorme, depois que se instalou lá, a consciência de partilha, fruto de trabalho e esforço de muitos, o que se vê lá hoje é outra realidade.
Para um incêndio alastrar basta UMA CHAMA.
Basta escolher entre a chama que destrói sem controle e a que ilumina.
Nós a anos atrás distribuíamos sopa de madrugada, pouco tempo depois, vimos a PMMG fazendo o mesmo.
Não foco nas trevas, para não alimentá-la.
Não foco no medo, para não lhe dar força.
Quando si empenha para fazer o melhor, com amor e dedicação, o resultado "não importa", pois se fez por amor e este é incondicional.

Pensamento do dia

A verdade que cura

Cura pela verdade

A verdade é uma água, pura e cristalina, oriunda de fontes excelsas, que, acolhida pelo coração que ama, cura e fortalece.

A verdade para ser encontrada deve ser buscada e amada.


A verdade acolhida no coração que ama, cura e fortalece

terça-feira, 23 de abril de 2013

A vida prossegue

 

 

Quando minha mãe, chegou próxima de fazer sua grande viagem, tive a oportunidade de ficar ao lado dela, o tempo todo, que foi cerca de noventa dias e aplicar os conhecimentos que tinha adquirido ao longo da vida, no sentido de todos os procedimentos de enfermagem e espiritual. No sentido espiritual fiz um trabalho interno, ancorado no silêncio, afirmando o tempo todo com o pensamento: Invoco a energia do amor incondicional e curo a parte minha, que criou isto em você, me perdoe, sinto muito, te amo, lhe sou grato. Com este procedimento, ela que antes se mostrava bastante agitada e inconformada, mudou radicalmente de comportamento e passou a adotar um postura de interiorização, as dores e a agitação desapareceram, vindo a falecer em paz.Vida após a morte

Além das brumas



Quando da morte do meu avô, tive a oportunidade de estar com ele, onde o mesmo me disse que não entendia o sofrimento, uma vez que ele nunca tinha-se sentido tão bem, seria uma conversa normal, se ele estivesse entre os vivos, não tinha nem vinte e quatro horas, que a família o havia enterrado. Depois desta conversa ele desapareceu diante de mim, e nunca mais o vi, no entanto ficou em mim, a certeza da vida após a morte, isso a trinta e cinco anos atrás.

Quando minha mãe, chegou próxima de fazer sua grande viagem, tive a oportunidade de ficar ao lado dela, o tempo todo, que foi cerca de noventa dias e aplicar os conhecimentos que tinha adquirido ao longo da vida, no sentido de todos os procedimentos de enfermagem e espiritual. No sentido espiritual fiz um trabalho interno, ancorado no silêncio, afirmando o tempo todo com o pensamento: Invoco a energia do amor incondicional e curo a parte minha, que criou isto em você, me perdoe, sinto muito, te amo, lhe sou grato.

Com este procedimento, ela que antes se mostrava bastante agitada e inconformada, mudou radicalmente de comportamento e passou a adotar um postura de interiorização, as dores e a agitação desapareceram, vindo a falecer em paz.

O que pude perceber que ocorreu foi um movimento de energia, que a libertou de cargas pesadas e a mim também, o amor que fluiu e flui hoje em mim é algo muito leve, ela se foi cem por cento de mim e isso não me trouxe, nenhum tipo de sofrimento, assim como removeu os dela, isso trouxe uma compreensão muito profunda, onde se percebe claramente a atuação de energias, de expressão de altíssimos vórtices de amor puro e incondicional. Acho que passei a perceber um pouco mais sobre a eternidade de viver.

Hoje faz nove dias de sua partida e optei por partilhar com todos esta vivência e a visão que tive a três dias atrás.

Era as primeiras horas da manhã e estava refletindo sobre o pedido de minhas irmãs, de, declamar na missa de sétimo dia, o poema que havia feito para homenageá-la, de repente do nada, me vi no alto de uma montanha, no interior de uma casa, cujas paredes eram de vidro transparente, em torno se via, até onde a vista alcançava, montanhas abaixo de mata intocada, me parecia uma casa construída em local desabitado, no entanto, rodeada por um jardim belíssimo, muito bem cuidado, não se via terra, se via grama no chão.

Dentro da casa observava tudo do lado de fora, devido a transparência do vidro, mas não percebia porta, para sair, neste momento percebi do lado de fora no jardim, minha mãe a me olhar, era ela, em sua mais nova forma de expressão, uma criança hermafrodita, embora este termo, aproxima, mas deixa muito a desejar, pois o que se pode dizer de um ser, que nasce sem dualidade? 

 Era isso que eu via, a vida prosseguia naquele ser, que representou ser minha mãe, em um veículo de expressão da vida, desprovido de dualidade, perceptível até no olhar, para ser sincero, nem mesmo ouso dizer, em que nível essa visão ocorreu, apenas sei, que nada é semelhante à vida na terra.

Ninguém sabe nada, da vida na terra, só ressoa a voz do mistério.

O amor fraterno

  Ainda não existe equilíbrio em nós

 O amor fraterno incondicional


O que realmente importa é o amor fraterno incondicional , que como a luz, se propaga em todas as direções, esta é a proposta evolutiva em nosso genoma, por parte da energia crística, a do anti-cristo também presente neste mesmo genoma nos afasta da luz e do amor, ainda não existe equilíbrio em nós, de nada nos serve falar de uma beleza que distorce e engana.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Vidas passadas- Regressão a vidas passadas

  Procure relaxar e não faça respirações profundas, esqueça sua respiração… a respiração acorda, deixa você ligado nos cinco sentidos (consciência de vigília) e assim o exercício será prejudicado

Regressão a vidas passadas 

Vidas passadas e relaxamento

Relaxe seu corpo começando dos pés até a cabeça. Visualize e relaxa detalhadamente sem pressa cada parte de seu corpo, por exemplo: pense nos dedos dos pés, relaxe-os, sinta-os pulsar, sinta-os completamente, suba para o tornozelo faça o mesmo, depois para as pernas, depois as coxas seguindo até a cabeça.
Procure relaxar e não faça respirações profundas, esqueça sua respiração… a respiração acorda, deixa você ligado nos cinco sentidos (consciência de vigília) e assim o exercício será prejudicado. Induza seu corpo ao estado de sono, mas não durma. Ao dizer seu corpo para relaxar, você estará se educando a baixar a freqüência de sua mente para o estado gama ou beta.
Após relaxado, visualize uma tela grande como no cinema, nesta tela passa sua vida. Visualize as cenas, deixe seus pensamentos soltos e livres. Inicie visualizando as recordações dos momentos anteriores, como se estivesse desenrolando um filme, as lembranças devem ser de frente para trás, ou seja, do momento mais novo para o mais antigo.
Geralmente quando menos se espera abre-se um quadro em nossa mente e nós vemos alguma cena, perfeitamente, como se a estivéssemos vivendo naquele exato momento e com todos os sentimentos e emoções.
No momento que a consciência desperta para o momento presente a experiência automaticamente termina.
Em uma de minhas regressões meus pés estavam congelando, até eu me ver caminhando na neve e chegar a meu DESTINO.
Não sei exatamente que força é essa, apenas sei que o passado se repetiu no futuro, e o hoje é o passado que vi na regressão feita a 12 anos atrás.
Muitas fontes sugerem que repetimos o passado no presente e o carma nos faz encontrar nossos piores inimigos e estes são os mais íntimos de nós.
Não sei a verdade, apenas vivi o que vi, na vida real, se é que "isso aqui é real".

Uma pessoa me perguntou se este processo não tinha que ter uma pessoa acompanhando, no passado sim, hoje o ser humano não carece mais disso.

Vidas de retalhos- Retalhos de vida

  Em uma ocasião assisti ao assassinato de um pato, cortaram a cabeça dele, mas a ave não morreu de imediato correu pelo terreiro por bom tempo sem a cabeça e sem direção, tropeçando e batendo de encontro aos obstáculos, até que esgotado e sem forças caiu ao chão imóvel. Imaginem o efeito desta cena na cabeça de uma criança, que sempre considerou a matança de animais algo tão abominável, quanto se tirar a vida de um ser humano.

 

retalhos de vida

Vidas em retalhos

 Nunca comi carne  Nasci com aversão à ‘carne’, recordo das vezes que minha mãe me batia para comer e até enfiava aquilo a força na minha boca, porém assim que ela se distraia, eu cuspia tudo aquilo fora. Podia até me espancar que eu não comia, e olha que minha mãe sempre foi muito brava, com ela era na base dos tapas mesmo, enquanto meu pai punha de castigo, minha mãe batia, fosse com a mão, ou com a vara que sempre estava de prontidão em algum canto da casa. Eu também não aliviava e dava uma canseira nela, quanto mais eu apanhava, mais eu fazia de forte, não chorava mesmo e ainda revoltado falava pra ela me bater mais pois tinha sido pouco, eu merecia muito mais ainda.  Em uma ocasião assisti ao assassinato de um pato, cortaram a cabeça dele, mas a ave não morreu de imediato correu pelo terreiro por bom tempo sem a cabeça e sem direção, tropeçando e batendo de encontro aos obstáculos, até que esgotado e sem forças caiu ao chão imóvel. Imaginem o efeito desta cena na cabeça de uma criança, que sempre considerou a matança de animais algo tão abominável, quanto se tirar a vida de um ser humano. Por ocasião do crime contra o pato e por pura insanidade dos presentes ao fato, fui acusado de ter protagonizado a cena, pois,  por 'ter tido dó bicho' ele demorou a morrer. Não conseguia imaginar como as pessoas conseguiam ter prazer em comer uma coisa que tinha trago tanto sofrimento a uma criatura de Deus. Me perguntava quando via meus familiares comendo carne, como as pessoas conseguiam ser tão sanguinárias, tão 16  insensíveis ao sofrimento. Achava um absurdo sem tamanho as pessoas reclamarem de suas dores , pedindo a Deus misericórdia, sendo que elas próprias não tinham, nem com os animais, nem com seus semelhantes, onde estava o mérito para tal pedido? Que mundo tão estranho era esse em que me encontrava, qualquer coisa com um ser humano era uma tempestade tremenda, mas com os animais tudo era permitido. A mãe de meu pai morava num bairro em Belo Horizonte que chamavam de ‘matadouro’, detestava ir lá, o ar era fétido e cheirava a morte, a crime, a assassinato, mas para todos parecia que o cheiro da carniça, era perfume. Nos ‘crematórios’, as pessoas faziam festa, para queimar carne, muitas vezes pingando sangue, tudo isso me confundia, porque meu Deus, eu dizia, porque tanta necessidade de derramamento de sangue, que ser humano era esse? Em meu silêncio por ocasião da morte do meu pai, um dos questionamentos com Deus, era porque que ele havia construído um ser assim. Ao meu ver, o ser humano é muito pior que os animais, meu cachorro era muito melhor. Não conseguia compreender porque que Deus deu tanto poder a um ser que era tão perverso, tão mal, chegava mesmo a me perguntar se Deus era mau. Em qualquer lugar que eu chegasse bastava dizer que não comia carne, para as pessoas ficarem me olhando, com pensamentos evidentemente reprovadores, isso quando um mais engraçadinho não se prontificava a fazer uma piadinha, para justificar os seus homicídios.  Eu respeitava a vida, era considerado o desajustado e ouvia constantemente expressões como:  'nossa, mas que menino estranho', 'ele é doente'. Eu falava com meus botões, Maria Santíssima defendei-me, 17  mas log depois eu mesmo me questionava, será meu Deus, que sua mãe também comia carne? Poderá existir Santidade em quem come carne? A raiz sanguinária estava tão enraizada, que até o Padre que eu admirava, falava, que ‘comia a carne de Cristo e bebia o seu sangue’. Era algo tão inacessível para minha mente de criança, que eu deixei de ser Coroinha para não ter que participar mais de tamanha carnificina. Mesmo sendo uma criança silenciosa, já era considerado estranho, imaginem se eu fosse abrir a minha boca, pra falar tudo que eu de fato pensava. No exército eu trocava o meu pedaço de carne com os colegas por qualquer outra coisa, nos tempos de polícia fazia a mesma coisa,  nasci vegetariano e permaneci assim até os dias de hoje, sendo uma prova viva de que a carne não faz falta ao organismo humano. O que foi algo causado por aversão minha, hoje é uma convicção, embora a minha visão hoje sobre o assunto seja bem mais ampla.

Retirado do livro vidas de retalhoshttps://www.clubedeautores.com.br/book/144324--Vidas_de_Retalhos

Sobre a urina

A partir da década de 70 foram desenvolvidas algumas pesquisas. Descobriu-se que o ácido úrico da urina tem um papel muito importante para produzir e reativa o ADN das células. Uma segunda função do ácido úrico é o rejuvenescimento dos órgãos. Em 1971, na Universidade de Medicina de Koto (Japão), foram descobertos materiais anticorpos como Interoikin, Renina, Prostaglandina. Estes materiais combatem infecções e tumores malignos.
A Universidade de Harvard descobriu na urina o SPU hormônio que se produz durante o sono e funciona como antibiótico, analgésico, melhora a circulação sangüínea e promove a secreção de outros hormônios. Pelas funções destes hormônios se proliferam e fortalecem os materiais imunológicos como T-limp-glóbulo, imunoglobulina e glóbulos brancos.
As grandes empresas farmacêuticas de países industrializados, competindo para chegar primeiro, estão comprando e importando urina. Produzem cosméticos sofisticados para uso das mulheres da alta sociedade e preciosos medicamentos com anti-depressivos. No Japão, as empresas estão importando grande quantidade de urina dos soldados da Coréia do Sul. As mulheres ricas usam estes produtos a base de urina no combate às rugas que aparecem com o tempo. Passou a ser moda o uso de cosméticos, medicamentos e pastas de dente que contém uréia da urina humana.

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Os coelhos e suas tocas- Mundo interno

 A alma precisa amadurecer

 Liberdade de consciência


           
                                                      AS TOCAS DOS COELHOS 


               Compreendemos que cada alma encarnada na realidade terra, encontra-se num ponto momento em sua trajetória, que não é a que poderia ser devido o aprisionamento, que em muitos casos foi a força, ou foi por artifícios questionáveis cosmicamente falando.
              Vamos mencionar determinado trecho da trajetória deste que vos fala, pois a gente nunca sabe quando e o que pode ser útil de fato para as almas, fica pois esta partilha como semente. A força do corpo físico é a fraqueza da alma.

              Já havia tentado de tudo no sentido de aprofundamento em busca de mim mesmo e alguns contatos com energias mais sutis já haviam-se estabelecido de forma natural, sem que buscasse, mas minha busca não é por contatar irmãos, por mais luminosos que sejam, é uma busca por mim mesmo, pela minha verdade, pela minha realidade, independente do que possam disser os doutores do conhecimento, a minha verdade,somente eu posso encontrar.
              A alma precisa amadurecer no sentido de não buscar respostas fáceis, conforto espiritual e material, pois tudo que fortalece a psique humana, enfraquece e acorrenta a alma, havida por viver sua verdade. Entrar em si mesmo verdadeiramente não é fácil nem difícil, é bastante trabalhoso e requer uma determinação que os próprios mecanismos de defesa do corpo colocarão a prova, seu corpo é seu primeiro mundo, onde os coelhos se encontram, muito bem escondidos de nós, em tocas.



              Você a primeira vista quando em liberdade de consciência vai enganosamente achar que se encontra num mundo estranho, onde as coisas parecem diferentes e estranhas, mas com muita similaridade de seu mundo na terra, você estará sempre a percorrer os seus próprios labirintos, que é sua prisão, onde a morte física não liberta, o corpo físico é a primeira cela e corrente e é contraditoriamente a chave de vossa libertação, que como já foi mencionado a morte não liberta.

             Quando dou a meu corpo o alimento que ele quer e biologicamente precisa, por força da natureza animal em mim, fortifico as barras de minha prisão e enfraqueço minha alma. Quando forneço a meu corpo o mínimo do mínimo em todos os aspectos, corto o ar dos coelhos e eles saem das tocas, a princípio vão correr a nossa frente e obstruir todos os caminhos que busquemos seguir, mas com a nossa perseverança o ar deles vai se esgotando e eles se aquietam e ficam parados a beira do caminho observando nossa passagem, pois em torno do pescoço deles paira neste momento um laço de luz, que os aperta quando eles tentam nos obstruir.

             A nossa perseverança em não fornecer ao corpo nada animal em todos os sentidos e o mínimo do mínimo de alimentos leves, folhas e frutos, além de jejuns alternados de 24 horas, mais limpeza intestinal que pode variar a cada 15 dias, ou uma vez por semana, enfraquecerá o físico, no entanto quando feito com clareza de propósito, obrigará o corpo psicossomático a ir em busca de energias sutis que possam manter o corpo vivo e operante, desta forma o inimaginável aproxima-se da consciência do ser, tenha claro, que a alma não serve ao corpo, é o corpo que serve a alma, no entanto no aprisionamento a sociedade humana adotou como padrão de verdade o contrário, o que ajudou a disseminar o medo da morte e trouxe a subserviência a quem se acreditava poder prolongar a vida.
 

Tenha claro que uma pessoa que seja privada dos alimentos por força das circunstâncias da vida, não é o caso da quem o faz de livre e espontânea vontade, que requer perseverança no sentido profundo da palavra.
O exposto é apenas uma partilha, que caso queiram experienciar pode em conformidade com a determinação de cada um tirar os coelhos das tocas, trazendo mais liberdade para consciência do ser. É equívoco dizer que se trabalha a consciência mantendo os coelhos em suas tocas

O diário do pestilento

Quando o mundo achava que já havia visto de tudo, eis que lá nos confundo do Judas nasce com o cordão umbilical enrolado no pescoço, o no...