domingo, 3 de fevereiro de 2013

Voo sem fronteiras


 





Minha imaginação parece um ser alado
Em voo místico sem fronteiras
Impulsionado por eternos desejos e emoções
Alimentada por um coração desajustado
Que busca apaziguar inquietações
Por viver o antagonismo situado
No viver a liberdade em prisão
Sem defesa perante as ações
De uma vida que não da explicações
Para seus contribuintes sem razões.

Deus, Jesus cristo, guerra no céu e Diabo

Sim, uma confusão infernal até para explicar. Vamos lá pela vertente criacionista da forma mais simples possível. Dentro da sociedade có...