segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Alvorada

Nós não podemos
Dissolver o passado
Nem tão pouco
Remover
Suas marcas


No entanto
Minhas esperanças
Se renovam
A cada amanhecer


Que a meus olhos
Perante minha verdade
É sempre... e sempre
Um novo
Recomeço

sendoluzmaior

Fora coisa inútil

Jogando fora os cacos A terra fértil   Para minha alma   Sonhei que caminhava com um grupo, quando percebi que alguma coisa e...