quarta-feira, 2 de maio de 2012

A BUSCA DA ALMA

Ao penetrarmos em nós mesmo a primeira coisa que salta aos olhos é uma desconexão total com tudo e todos, nada bate com nossas referências.
Na maioria das vezes nos encontramos perdidos buscando desesperadamente encontrar o caminho de volta.
Encontrar este caminho de volta, refere ao momento em que nossa alma era inteira, durante a guerra ao qual temos fleches de memória, mesmo que fragmentada, nossa alma foi fragmentada, desmembrada, repartida, dividida e seus fragmentos fortemente aprisionados em mundos diferentes.
Para dominar nossa alma, nos enfraqueceram dividindo nossa força e dando a ela falsos objetivos, buscas eternas que nunca levariam a nada, daquilo que realmente é a nossa busca, a união de nossos fragmentos em um só.
Somos um, porem repartido.
Cada fragmento grita o mais alto que pode, tentando encontrar a si mesmo, tentando unir-se.
OUSA POIS O CHAMADO DE SI MESMO.
SOIS VÓS QUE CLAMA NO DESERTO.
SIDNEY SANTOS DAS NEVES

O todo poderoso Google não responde a reclamações

Roubaram minha imagem na internet do google meu negócio. Assim, quando uma pessoa faz pesquisa no google com algum problema hidráulico,...