terça-feira, 12 de abril de 2011

A prisão do espírito humano

 União sanguínea

 Humanidade inserida no medo




Para que existisse evolução espiritual, os construtores da realidade cósmica criaram os jogos, uns representariam o lado escuro e outros o lado luminoso, sendo tudo uma representação para haver evolução.
Surgiu então predominantemente a raça humana e a reptiliana.
Na raça humana foi inserido que ela sempre buscaria um acordo acima de tudo, nos reptilianos que eles teriam direito sobre tudo que encontrassem no cosmos, quando encontraram a raça humana, se viram no direito de nos escravizar, direito este que permanece incutido neles até os dias atuais.
Tal situação ocasionou intermináveis guerras entre as raças, batalhas a nível estrelar foram travadas , planetas foram destruídos, bilhões de vidas se perderam, foi quando surgindo de uma esfera de evolução fora da dos construtores desta realidade cósmica, surge O arcanjo Miguel com sua legião e aprisiona ambas as raças no mesmo mundo, no mesmo plano, no mesmo planeta. 
O que chegou a nosso conhecimento é que Miguel se auto denomina o interventor.
Os construtores desta realidade não foram avisados e pego de surpresa, não reagiram, pois isto  teria exterminado ambas as raças.
Nosso mundo ficou no meio de uma disputa de pontos de vista acerca da evolução espiritual, em uma dimensão sem a mínima chance de entendimento da nossa parte, levando se em consideração que o que foi criado para nossa evolução esta sendo contestado.
Miguel oferece como salvação para nós a renuncia em vários aspectos, um deles é anular mos o nosso sangue reptiliano, inserido em nós nas tentativas de união entre as raças, defendidas inclusive pela família cósmica de Jesus.
O primeiro a tentar a união sanguínea , como forma de equilíbrio na disputa entre humanos e reptilianos foi ANU, ao se casar com a rainha dos dragões, mas aí nasceu Marduk fortíssimo opositor a raça humana .
Não é a terra que sofre o risco de extinção, ou a raça humana e reptiliana , é todo o cosmos e suas dimensões, pois caso Miguel não consiga o que quer ele destruirá tudo desta realidade cósmica.
Não é por acaso  que tudo e todos os seres em seus mais diversos níveis e pontos de vista estão aqui, fazendo todas as suas jogadas, pois o que envolve o ser humano envolve tudo, cada um tentando salvar se da aniquilação.
Miguel tem seu ponto de vista e nos aprisionou para defende lo.
O ponto de vista de Samana é que os sucessivos cruzamentos sanguíneos entre seres de raças cósmicas antagônicas , trará o equilíbrio necessário e todos evoluirão com isso.
Miguel discorda pois defende que não há evolução numa raça construída com 60% de negatividade,  que realidades que deram evolução tinham no máximo de 18 a 30%.
É uma questão de pontos de vista diferentes sobre a evolução espiritual, onde ninguém se entende, num nível de realidade muito alto.
Se tomamos partido de um ou de outro provavelmente seremos destruídos e o planeta e a realidade cósmica também.
Meu ponto de vista é não escutar ninguém e me posicionar como espírito acima desta disputa.
Como disser para uma humanidade inserida no medo, que ela pode ser exterminada a qualquer momento sem chance de defesa?


Sidney Santos das neves

Pingos De Luz