sexta-feira, 1 de abril de 2011

Mensagens de luz

 

VIDAS EM RETALHOS

 SURGEM OS SALVADORES


O sonho dentro do sonho é porta dimensional, onde o peregrino normalmente se encontrará bastante perdido por não encontrar qualquer referência conhecida.
A toca do coelho é absolutamente misteriosa e me deixa sem ação diante manifestações e fatos totalmente desconectados.
A primeira impressão que o interno causa a quem se aventura nele é a desconexão, me parece um quebra cabeças onde as peças não encaixam, simplesmente vidas em retalhos, por não haver uma sequência.
Nós sabemos que aqueles que criaram genética mente a raça humana, o fizeram para que trabalhássemos para eles, para tal intento, colocaram inúmeras travas em nosso DNA visando impedir a nossa evolução , que impediria uma revolta libertadora.

Tenho usado um termo que me veio da observação em mim mesmo referente a tal desconexão que  é VIDAS EM RETALHOS .

Vidas em retalhos basicamente é o que fizeram a nós, como conseguiram tal proeza é outra história, a ser comentada em outra ocasião.
Vamos ver se conseguimos ter uma noção do nível da armadilha em que fomos cair.
As pessoas de um modo geral encontram se frustradas diante da vida , buscando mil maneiras de se encontrarem, por se acharem verdadeiramente perdidas, ai as igrejas, os pastores e toda uma corja de salteadores, influenciados por aqueles que tem a tarefa de nos manter presos, arrastam multidões para as partes mais escuras do presídio.
Ai SURGEM OS SALVADORES, e dessem que o caminho de libertação é dentro de nós mesmo, e nos sugerem um caminho, onde o que vamos de fato encontrar é a desconexão.
Concordo que tudo tenha que partir do próprio ser, só ele realmente, pode se encontrar.
Mas quantos bilhões de almas e espíritos se perderam ao cair na armadilha da desconexão, das vidas em retalhos.
Temos que redimensionar tudo para 2013, esta matéria é de 2011, vou deixar, mas tudo já está diferente.
Na verdade esta crônica fala dos estados inconscientes presentes em nós, e do nosso DNA, que parece ter sido "não", uma obra do acaso.

sendoluzmaior

Pingos De Luz