segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

O amor

 O amor humano é sofrimento

O amor humano é dolorido



O amor humano direcionado a uma pessoa não é nada além de dor e sofrimento, o amor incondicional sem direcionamento é libertador e entra na esfera das realizações ditas impossíveis, minha amiga diz que amor de mãe é assim, eu digo "não sei não", meu foco é consciência não ilusão ou inconsciência.
De um modo geral, a busca é a chama que vive no ser, que não se acomoda jamais, com o conhecimento adquirido, sabe-se que a verdade é mutável a medida que se caminha, a verdade é como a paisagem na trilha do peregrino, sempre muda.
Ao conceito que temos do amor, sempre temos de agregar valores novos e remover velhos conceitos a medida que avançamos nas trilhas internas em busca de "nós".



sendoluzmaior


O diário do pestilento

Quando o mundo achava que já havia visto de tudo, eis que lá nos confundo do Judas nasce com o cordão umbilical enrolado no pescoço, o no...